Giambattista Tiepolo- “l’Olimpo dell’apparenza”

“Tiepolo esorbita da ogni cornice della pittura settecentesca e diventa del tutto opaco se interpretato all’interno di uno sviluppo storico. Era solo una tardiva propaggine di Veronese? Era solo un grande virtuoso, pronto a celebrare trionfi secolari ed ecclesiastici, pagani e cristiani, mitologici e dinastici? Era fedele alle intenzioni dei committenti, alle quali si contentava […]

Clássico/Barroco-Conceitos

«Para simplificar, tomemos a liberdade de considerar o séc.XVI e o séc. XVII como unidades de estilo, embora estes períodos não apresentem uma produção homogénea e os traços distintivos do Seicento já tenham começado a ganhar forma muito antes do ano de 1600, exactamente como, de outra parte, continuaram a influenciar por muito tempo o […]

Os gigantes de jardins

As estátuas gigantes a servirem de oráculos ou a guardarem segredos nas cavernas misteriosas que se abriam no seu corpo, escondiam cavernas misteriosas, estiveram muito em moda e anteciparam a própria ideia do corpo humano como máquina, das pesquisas de Descartes. D. João II acreditava que existia um gigante nas ilhas açorianas, que apontava o […]

la maniera moderna

Artes decorativas, arquitectura efémera, entremezes e mascaradas Giulio Romano, banquete de Cupido e Psiquê, Palácio Tè, Mantua «Quando Carlos V chegou a Mântua, Giulio, por ordem do duque, fez vários arcos elegantes, cenas para comédias e outras coisas, nas quais ele não teve rival, ninguém foi como ele a criar mascaradas, e a fazer curiosos […]