Escrito na face

«Nascido da Noite, sem pai, eu chamo-me Momus, tiro prazer em rore coisas uma de cada vez, com um dente de Teo. Finjo ser feito como um homem, com uma gelosia no meu peito; de modo a que não haja mentiras naquela cavidade, já que os meus sentidos estão abertos»-Junius, Hadrianus, Emblemata (1565) Razão deve […]

Sátiras e desventuras do Hogarth

O mundo das tricas pessoais sempre serviu para divertidas sátiras literárias e artísticas. No caso de William Hogarth (1697-1764), torna-se uma verdadeira charada destrinçá-las no meio das suas troças à sociedade. Os métodos eram variados, tanto podia ficar-se pela simples caricatura ao visado, incluído em qualquer série de desventuras dos personagens, ou mesmo em retrato […]