Feliz Natal

Erguer e deitar abaixo! Fazer e desfazer! Deus, o que há de infantil na tua Obra! O culto do Menino Deus! Deus é o Deus Menino. Lá está num altar da minha igreja, e tem o mundo na mão. Para quê? Para brincar com ele. Teixeira de Pascoaes, O Bailado.

Malatesta

Piero della Francesca, Sigismondo Pandolfo Malatesta, 1451 EGRADMENT li antichi cavaler romanj davano fed a quisti annutii And he put us under the chiefs, and the chiefs went back to their squadrons: Bernardo Reggio, Nic Benzo, Giovan Nestorno, Paulo Viterbo, Buardino of Brescia, Cetho Brandolino, And Simone Malespina, Petracco Saint Archangelo, Rioberto da Canossa, And […]

With usura

with usura With usura With usura hath no man a house of good stoneeach block cut smooth and well fittingthat design might cover their face,with usurahath no man a painted paradise on his church wallharpes et luthesor where virgin receiveth messageand halo projects from incision,with usuraseeth no man Gonzaga his heirs and his concubinesno picture […]

O Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo

Cimabue (Cenni di Peppi) (1240-1302) Crucificação 1268-71 Tempera em madeira 64,5 x 53 cm, San Domenico, Arezzo Credette Cimabue ne la pittura tener lo campo, e ora ha Giotto il grido, sì che la fama di colui è scura. Così ha tolto l’uno a l’altro Guido la gloria de la lingua; e forse è nato […]

O Renascimento e a imitação dos Antigos

Usavano gli antichi o per porte o sepolture o altre specie d’ornamenti, in cambio di colonne, termini di varie sorti: chi una figura ch’abbia una cesta in capo per capitello, altri una figura fino a mezzo et il resto, verso la base, piramide overo bronconi d’alberi; e di questa sorte facevano vergini, satiri, putti et […]

cartas que chovem do céu

1-O meu desejo é que vós e todos os cristãos sejam mouros No tempo em que se uniam esforços para combater a ameaça turca, também choviam cartas do céu. Neste caso, uma série de correspondência imaginária que Fernando o Católico teria travado com todos os povos do mundo, a fim de se unirem em torno […]

Cervo do monte a água volvia

Ilustração The Queen Mary Psalter, de acordo com Bestiário Divino de Guilherme de Clerc O veado é inimigo das cobras como Cristo do Demo. Quando um veado dá com um buraco onde se esconde uma cobra, atira-lhe com água, lança-lhe o bafo mortífero para dentro, obrigando o réptil a sair do covil e depois mata-o. […]

Soldadeiras

Desque la cantadera dize el cantar primero, Siempre los pies bullen, e mal para el pandero… Texedor e cantandera nunca tienen los pies quedos, En telar e en la dança siempre bullen los dedos Arcipreste de Hita, Libro de Buen Amor, séc.XIV Cadeiral da catedral de Sevilha, dançarinos mouriscos, (1464-1478) Descendentes das puella gaditanae, que […]

Árvores da Vida

“este movimento circular não necessita de pernas, o universo foi criado sem pernas nem pés” Platão, Timeu A Árvore da Vida corresponde ao centro cósmico de um universo perfeito e circular, no sentido em que Platão já havia descrito no Timeu. Santa Maria de Penamacor, em Lugo, finais séc.XII No Jardim do Éden existiam duas […]

O abade de Suger e a reconstrução de Saint-Denis (séc.XII)

O abade Suger (c. 1081-1151), conselheiro dos reis Luís VI e Luís VII, pretendeu fazer da igreja abadia de S. Dinis um templo digno da dinastia que servia. Para este fim, dirigiu e orientou as obras de reconstrução em todos os seus pormenores, tendo o cuidado de se rodear dos melhores técnicos e operários da […]

A encarnação do visível: o visual

«(…)quando, penetrado pelo encantamento da beleza da casa de Deus, a sedução das gemas multi-cores me leva a reflectir, transpondo o que é material para o que é imaterial, sobre a diversidade das virtudes sagradas, então parece-me que me vejo a mim mesmo residir como em realidade em qualquer estranha região do universo, que não […]

O hábito não faz o monge

Hoje bate-se palmas e toca-se música rock démodé nos ofícios católicos, mas as igrejas já conheceram muita coisa para além da oração recatada ou da missa em latim. Nas épocas mais antigas os templos eram utilizados para uma série de práticas sociais, desde os actos de julgamento no alpendre, aos contratos mercantis e outras actividades […]