O Renascimento e a imitação dos Antigos

Usavano gli antichi o per porte o sepolture o altre specie d’ornamenti, in cambio di colonne, termini di varie sorti: chi una figura ch’abbia una cesta in capo per capitello, altri una figura fino a mezzo et il resto, verso la base, piramide overo bronconi d’alberi; e di questa sorte facevano vergini, satiri, putti et […]

Dia 29 MNAA

A propósito da próxima ida à Exposição do MNAA- A Cidade Global- Lisboa no Renascimento, aqui ficam alguns textos de enquadramento. «Assumindo-se como centro do comércio mundial, a cidade passaria a oferecer uma variedade impar de produtos de luxo, conforme Garcia de Resende daria conta nos versos da sua “Miscelânea”: ouro, prata, brocados/de mil feitios, […]

Cegueiras do amor

No 15º livro do Tratado de Magia Natural, dedicado a temas de caça aos pássaros, caça grossa e pesca (e o modo como apanhar estas criaturas vivas pela mão) Giambattista della Porta decide falar do Amor e do perigo do caçador acabar caçado. “Pelo fulgor do olhar,(Cupido) provoca naquele que atinge uma espécie de loucura […]